Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 13 anos... VOLTAREI A ESCREVER EM BREVE... maisdomesmo.np@gmail.com

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Esta é como a outra...

Leio em "O Público":

«A ministra da Educação revelou hoje que 83 por cento dos professores foram classificados com Bom no último ano lectivo, uma percentagem que, segundo ela, vem mostrar que os docentes com melhores notas do que esta devem ser distinguidos com uma progressão mais rápida na carreira.»

Mas ela ignora que desses 83%... uma grande percentagem não acedeu às melhores notas porque milhares de professores se recusaram a alinhar no "simulacro de avaliação" que tem estado em vigor, limitando-se a entregar uma FAA preenchida em dois ou três dias?

E ela ignora que entre esses 83% existem milhares de professores que são EFECTIVAMENTE "excelentes" e "muito bons"?

Ela acredita que os que acederam às melhores classificações (aparentemente 16%) são EFECTIVAMENTE todos merecedores de tal distinção?

Ignora a Ministra que centenas e provavelmente milhares de professores ainda não conhecem a sua classificação? Terão essas classificações já sido consideradas?

Mas eu deixo (mais) uma pergunta a quem me conseguir responder:

houve alguém que se tenha "candidatado" a um "Muito Bom" ou "Excelente" e tenha ficado de fora, por força das quotas ou da vontade dos avaliadores?

E poderá o Ministério da Educação divulgar a percentagem de professores nessas condições, ou seja, que parte dos tais 83% de "Bons" é que o são porque não conseguiram melhor, apesar de tudo terem tentado "à luz da Lei"? :)

Bem... depois lê-se a justificação dela para esta percentagem de 83% (explica-se com “a tradição da atribuição desta nota aos docentes por parte de quem avalia”,)... e percebe-se que "esta é como a outra"! Só difere o sorriso... pelos vistos, muito cínico!

Por outro lado, Isabel Alçada acaba por dar uma fortíssima nota de desconfiança aos avaliadores... embora pareça ser muito favorável à posição do ME a existência de uma percentagem tão elevada de "Bons", na próxima reunião de negociação com os sindicatos! O que espero é que Mário Nogueira e Dias da Silva lhe saibam dizer que milhares de professores se recusaram a alinhar no "simulacro de avaliação" que tem estado em vigor e, por isso, limitando-se a entregar uma FAA preenchida em dois ou três dias, acabaram por não poder aceder às melhores classificações!

Mário: se me estás a ler, não te esqueças de perguntar à "Senhora"... qual a percentagem de professores que ficou de fora das melhores classificações por força das quotas ou da vontade dos avaliadores! :)

Etiquetas: , , , , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Volte mais vezes...
 
AGRADEÇO A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...