Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 13 anos... VOLTAREI A ESCREVER EM BREVE... maisdomesmo.np@gmail.com

domingo, 23 de novembro de 2008

Isto vai-me ser muito útil, ai vai, vai!

Quando andava a "navegar" por alguns sítios da Internet, calhei passar pelo sítio da CONFAP, onde me deparei com um "manual" do ME com as questões mais frequentes sobre a avaliação dos professores.

Fui lendo... sorrindo... até que vi algo que me vai ser muito útil, mesmo sendo - ou precisamente por ser - uma MENTIRA!

Resolvi, então, enviar um e-mail à CONFAP e aos seu Presidente. Aqui o transcrevo...

***************************

Querem que aponte uma MENTIRA? Ei-la:

«De qualquer forma, essa classificação não tinha nenhum efeito, uma vez que todos os professores mesmo os que não faziam estes relatórios ou não davam aulas progrediam na carreira em igualdade de circunstâncias.»

Isto é FALSO. Eu, por exemplo, por não ter entregue o relatório em devido tempo, não progredi. Mas agora até vou levar esta afirmação do ME a tribunal, para recuperar o tempo que perdi. Ou seja, esta MENTIRA vai-me servir para recuperar o que me foi tirado! Obrigado!

Já agora, queria lembrar que os sucessivos Governos nunca regulamentaram a possibilidade de os professores poderem aceder ao BOM ou MUITO BOM.
Cumprimentos

@@@@

AVISO DE CONFIDENCIALIDADE: Esta mensagem, assim como os ficheiros eventualmente anexos, é confidencial e reservada apenas ao conhecimento da(s) pessoa(s) nela indicada(s) como destinatária(s). Se não é o seu destinatário, solicitamos que não faça qualquer uso do respectivo conteúdo e proceda à sua destruição, notificando o remetente.
LIMITAÇÃO DE RESPONSABILIDADE: A segurança da transmissão de informação por via electrónica não pode ser garantida pelo remetente, o qual, em consequência, não se responsabiliza por qualquer facto susceptível de afectar a sua integridade.

Etiquetas: , ,

2 Comments:

  • Conheço uma colega que esteve anos e anos sem mudar de escalão porque se recusava a fazer acções de formação, logo não possuía os créditos necessários para progredir.

    By Blogger bell, at domingo, novembro 23, 2008 5:11:00 da tarde  

  • Bell: todos nós conhecemos casos desses... e a CONFAP, o ME, as DRE's, o Primeiro Ministro, os jornalistas e cronistas "de serviço ao regime" só por má-fé e desonestidade intelectual continuam a dizer que a progressão na carreira era automática.

    Eu estive, grosso modo, um ano e meio a mais no 3.º escalão... e hoje em dia, quando poderia estar no 7.º escalão, não passei do 6.º...

    O meu caso ainda está a ser analisado pela DREC, mas garanto que vou lá com uma cópia deste documento do ME... bem como com cópias das declarações do Primeiro Ministro... :)

    By Blogger NP, at domingo, novembro 23, 2008 7:53:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Volte mais vezes...
 
AGRADEÇO A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...