Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 13 anos... VOLTAREI A ESCREVER EM BREVE... maisdomesmo.np@gmail.com

quinta-feira, 22 de junho de 2006

Fases do ensino em Portugal

Aviso prévio: este texto chegou-me via e-mail; desconheço o autor!

**********************************

FASES DO ENSINO EM PORTUGAL

1ª fase (antes de 1974):

o aluno ao matricular-se ficava automaticamente chumbado. Teria de provar o contrário ao professor.

2ª fase (até 1992):


o aluno ao matricular-se arriscava-se a passar.

3ª fase (actual):

o aluno ao matricular-se já transitou automaticamente de ano, salvo casos muito excepcionais e devidamente documentados pelo professor, que terá de incluir no processo, obrigatoriamente, um "curriculum vitae" extremamente detalhado do aluno e nalguns casos da própria família.

4ª fase (em vigor a partir de 2007):

O professor está proibido de chumbar o aluno; nesta fase quem é avaliado é o próprio professor, pelo aluno e respectiva família, correndo o risco quase certo de chumbar...

Apeteceu, ao autor do texto, acrescentar uma 5ª fase:

"os alunos que saibam escrever o seu nome sem erros, nem precisam matricular-se. Têm acesso directo ao Conselho de Ministros como consultores privados do 1º Ministro, equiparados a Chefe de Gabinete, com direito a subsídio de almoço e de transporte.
Também se está a estudar a hipótese da participação dos pais no referido Conselho, desde que se apresentem munidos de tacos de basebol e, pelo menos, tenham tomado banho no corrente mês."

**********************************

Aceito sugestões de como poderá ser essa 5.ª fase!

Eu já só consigo imaginar, tão desanimado ando com "o que aí vem", algo deste tipo:

«o aluno que se matricular e não obtiver sucesso educativo está livre de toda e qualquer responsabilidade, tal como a sua família, o Ministério da Educação e a sociedade em geral. O único culpado é o professor, como já se sabe e foi provado a priori, pelo que será imediatamente despedido, podendo ser condenado a uma pena de prisão (e a sorte dele é que se tenha abolido a pena de morte)!»

Etiquetas:

5 Comments:

  • Realmente o ensino vai de mal a pior!
    Eu que sou aluno acho todas essas medidas um verdadeiro erro, então um professor o que achará?
    Optimismo Nelson, melhores dias virão, ou então não, não é?

    By Blogger Afonso, at sexta-feira, junho 23, 2006 3:36:00 da manhã  

  • A brincar a brincar lá se vão dizendo umas verdades...

    By Blogger Miguel, at terça-feira, junho 27, 2006 4:06:00 da tarde  

  • Concordo. Faço, no entanto, uma ressalva: porque razão andaram os docentes trinta anos a pensar só em regalias, em ordenados e nunca se preocuparam em que lhes fosse dada autoridade e responsabilidade?

    By Anonymous B, at quinta-feira, junho 29, 2006 11:19:00 da tarde  

  • Eu posso falar por mim e por uma carreira de 18 anos: sempre me preocupei com a "autoridade" que detinha efectivamente. Ou melhor: com a falta dela! Responsabilidades nunca senti que me faltassem... ou que alguém do Ministério, DREC ou CAE reconhecesse que não as tinha!...

    Por outras palavras: sempre tivémos muitas responsabilidades, pouco apoio e autoridade... e, já agora, pouco dinheiro!

    A título de exemplo, posso citar o caso de ter de gerir uma escola com quatro anos de escolaridade... com apenas 12 contos! Ah: esse dinheiro não era só para material didáctico: também era para limpeza e expediente!

    Outro pormenor: eu e muitos outros professores tínhamos de "meter o dinheiro do nosso bolso" e depois só éramos reembolsados no final do ano lectivo! Ou seja: passámos anos a "financiar" as escolas portuguesas!

    E agora tratam-nos como se fôssemos um bando de malfeitores!...

    By Blogger NP, at sexta-feira, junho 30, 2006 7:26:00 da tarde  

  • É de facto triste o que se tem passado nos últimos tempos, apresentar os professores como os maus da fita parece ser deveras conveniente para alguns. É mais do quetriste: é absurdo!

    By Blogger Fora Das Mãos, at quinta-feira, julho 13, 2006 5:59:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home


 
AJUDE-ME, CLICANDO NOS BANNERS!... OBRIGADO! AGRADEÇO A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...