Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 13 anos... VOLTAREI A ESCREVER EM BREVE... maisdomesmo.np@gmail.com

quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Inventem-se novos adultos?

Este artigo do Expresso lê-se com muita facilidade e deixa-nos umas boas ideias para irmos remoendo nestes dias de muito calor.

O que continuo sem saber é de onde veio a ideia de que a culpa do insucesso escolar é só minha e dos outros professores, pela forma como ensino/ensinamos... como me/nos ensinaram a ensinar (ups, ninguém avaliou os meus/nossos formadores)!...

Ainda há dias eu conversava com um psicólogo amigo, que trabalha num Banco, sobre o não-investimento a sério em terapeutas da fala, por exemplo... já para não falar em psicólogos e assistentes sociais a trabalharem diariamente nas escolas. Mas será que isso importa a alguém?
É muito mais fácil "deitar as culpas" sobre os professores e cair nas "boas graças" da opinião pública!

Entretanto, deitem uma vista de olhos sobre isto:

Lei n.º 36/2006, D.R. n.º 148, Série I de 2006-08-02
Assembleia da República
Prevê a isenção do imposto automóvel para veículos adquiridos pelos municípios e freguesias que se destinem ao transporte de crianças em idade escolar do ensino básico".


Deixo uma pergunta:
não seria uma boa medida estender esta isenção - pelo menos parcialmente - aos professores que são "obrigados" a percorrer milhares de quilómetros durante o ano por esse país fora para irem "dar" as suas aulas e que durante três anos não poderão concorrer à aproximação à residência?

Perguntar não ofende...

4 Comments:

  • Pois, é sempre fácil deitar as culpas do insucesso escolar nos professores!!!
    Quanto à tua pergunta, a resposta da tutela é mais que óbvia, mas a esse propósito preferia ter um subsídio de deslocação a ter um subsídio de refeição...

    By Blogger Miguel, at quinta-feira, agosto 03, 2006 11:41:00 da manhã  

  • Cuida bem dos putos Nelson *************

    By Blogger alyia, at sábado, agosto 12, 2006 11:41:00 da manhã  

  • Sem dúvida que se essa medida fosse alardaga, esta situação seria mais justa. Mas aproveito para lançar mais uma pergunta. E os professores que têm que percorrer essas distâncias mas não têm transporte próprio? Talvez merecessem um subsídio!

    By Blogger Afonso, at segunda-feira, agosto 14, 2006 12:33:00 da manhã  

  • Pois é, caro Afonso, é uma ideia pertinente... e sei por que falas dela. :)

    Mas olha que sei de algumas pessoas que a essa situação responderiam: "o professor devia viver na comunidade onde lecciona. Assim já não precisava de se deslocar nem de meios para o fazer"!

    Acredita se quiseres... :)

    By Blogger NP, at segunda-feira, agosto 14, 2006 1:11:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Volte mais vezes...
 
AGRADEÇO A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...