Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 6 anos... AINDA NÃO SE PODE SER PROFESSOR?! maisdomesmo.np@gmail.com

terça-feira, 28 de novembro de 2006

A arte do perigo

Mais um projecto a dar os primeiros passos:

A ARTE DO PERIGO

Sim, está lá o meu nome, mas não é gralha... é simpatia! :)

Leiam é "os outros"... percebem?
Aí reside o verdadeiro perigo: aventurem-se!

Etiquetas:

domingo, 26 de novembro de 2006

Ano mais frio

Ouvi dizer que o Menino Jesus, este ano, vai passar mais frio!

Porquê?

É que a vaca e o burro saíram do estábulo e encontram-se algures, ao serviço de um Governo de um país da Europa Ocidental!...

(alvíssaras...)

Etiquetas:

sexta-feira, 17 de novembro de 2006

Alunos em greve?

Há alunos do Secundário em greve por causa das aulas de substituição?

Pois acho muito bem: se há algo que seja deprimente e até contraproducente para alunos e professores, conforme me foi relatado na primeira pessoa, é, por exemplo, uma docente de Matemática ser "obrigada" (se calhar sem aspas) a leccionar uma aula de Inglês...

Já nem falo em "relação pedagógica"... já nem falo no facto de um professor encarar, muitas vezes, uma turma que desconhece em absoluto, de que não sabe, sequer, os nomes dos alunos, quanto mais as suas capacidades e/ou problemas!...

Isto (leia-se "aulas de substituição") só faz sentido na cabeça de quem não tem a mínima ideia do que é a Escola e do que são os interesses de quem está a ser obrigado a lá passar o dia, muitas vezes sem as mínimas condições de conforto e de trabalho!...

Etiquetas:

Quem faz os dicionários escolares?

Depois da leitura oral do texto, o professor escreveu no quadro:

"Procura no dicionário os significados de caramunha, peditório e maquia".

Os alunos lançam-se ao trabalho. Ao fim de uns minutos, diz um deles:

- Ó professor, o meu dicionário não tem caramunha, mas tem caralho!

A gargalhada foi geral, como devem calcular! Mas quem os pode censurar?

Afinal, quem é que faz estes dicionários? :)

(quando era miúdo, aprendi muito e tirei muitas dúvidas com o meu dicionário de capas vermelhas...)

Etiquetas:

quarta-feira, 8 de novembro de 2006

Informação útil

(recebido por e-mail)

Uma pesquisa realizada recentemente demonstra que cada vez mais se recebem ataques de hackers, com o intuito de defraudar utentes da internet, principalmente aqueles que acedem com frequência a sites de bancos.

Por isso, quando for fazer uso dos serviços bancários pela internet, siga as 3 dicas abaixo para verificar a autenticidade do site:

1 - Minimize a página. Se o teclado virtual for minimizado também, está correcto. Se ele permanecer na tela sem minimizar, é pirata! Não tecle nada.

2 - Sempre que entrar no site do banco, digite a sua senha ERRADA na primeira vez. Se aparecer uma mensagem de erro significa que o site é realmente do banco, porque o sistema tem como verificar a senha digitada. Mas se digitar a senha errada e não acusar erro é mau sinal. Sites piratas não têem como verificar a informação, o objetivo é apenas capturar a senha.

3 - Sempre que entrar no site do banco, verifique se no rodapé da página aparece o ícone de um cadeado. Álém disso clique 2 vezes sobre esse ícone; uma pequena janela com informações sobre a autenticidade do site deve aparecer. Em alguns sites piratas o cadeado pode até aparecer, mas será apenas uma imagem e ao clicar 2 vezes sobre ele, nada irá acontecer.

Os 3 pequenos procedimentos acima são simples, mas garantirão que você jamais seja vítima de fraude virtual.

************

Todo o cuidado é pouco... e agora nem sequer estava a falar de políticos! :P

terça-feira, 7 de novembro de 2006

E quem avalia estes? (II)

O médico chega perto da paciente que ia ser operada e diz-lhe:
- Sabe que tem um cancro, não sabe?
A paciente impalidece e tartamudeia:
- Um cancro?! Eu?! Não, Sr. Doutor, ninguém me tinha dito nada...
- Então pode dizer à sua família... e eles que tratem das partilhas, porque a senhora já não deve sair daqui!...


******

Sim, é verdade... num hospital perto de si...

Etiquetas:

sábado, 4 de novembro de 2006

E quem avalia estes?

O médico chega ao pé da paciente, uma senhora já idosa, que aguardava para ser operada e pergunta:
- A enfermeira já falou consigo?
- Não, Sr. Doutor!
- Não falou ela, falo eu: vamos cortar-lhe essa perna!
A paciente, incrédula, começa a chorar.
- Mas está a chorar porquê? Consegue andar com essa perna?
- Não, Sr. Doutor... mas... a minha perninha...
- E então? Para que a quer? Já não é nenhuma Rosa Mota...


********

Sim... é verdade... num hospital perto de si...

Etiquetas:

Volte sempre!
 
AGRADECEMOS A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...