Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 6 anos... AINDA NÃO SE PODE SER PROFESSOR?! maisdomesmo.np@gmail.com

quinta-feira, 29 de dezembro de 2005

Assim (quase) ninguém se queixa...

Então, caros amigos, é assim:

Boas Entradas
Votem bem
Bom Carnaval
Feliz aniversário
Páscoa Feliz
Grande 25 de Abril
Bom Dia do Trabalhador
Excelente Dia de Portugal
Fantástico Mundial de Futebol
Boas férias
Bons feriados e "pontes"
Feliz Natal...

... e está (quase) tudo despachado para o Ano de 2006!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2005

Mensagem natalícia

Um desejo para toda a minha família, colegas, amigos e visitantes deste blog:

FELIZ NATAL!


(prometo que ainda farei alguns telefonemas e/ou enviarei alguns "sms")

segunda-feira, 19 de dezembro de 2005

Conselho de Turma vs Conselho de Docentes

Um Conselho de Turma, dos 2.º e 3.ºs Ciclos, faz a avaliação de uma turma... e, para o efeito, reúne todos os professores dessa turma durante 2,5 horas.

É assim?

E se é assim, quando é feita a acta dessa reunião?

Um Conselho de Docentes do 1.º Ciclo, constituído por professores com e sem turma, faz a avaliação de trinta turmas, tendo para o efeito o mesmo período de tempo... que depois, obviamente, se prolonga por mais uma, duas ou mesmo três horas... porque a acta tem de ser redigida, lida e aprovada logo ali.

Há necessidade? É imperioso que assim seja? Essa acta não pode ser lida e aprovada no início da próxima reunião do CD, em Janeiro?

Gostava de saber como se faz noutras escolas... noutros Agrupamentos!

Etiquetas:

quinta-feira, 15 de dezembro de 2005

Simplicidade

(recebido por e-mail)

Um professor, da Faculdade de Direito de Lisboa, perguntou a um dos seus alunos:
- Laurentino, se você quiser dar uma laranja a uma pessoa chamada Sebastião, o que deverá dizer?
O estudante respondeu:
- Aqui está, Sebastião, uma laranja para si.
O professor gritou, furioso:
- Não! Não! Pense como um Profissional da Faculdade de Direito de Lisboa!
O estudante pensou um pouco e então respondeu:
- Está bem, eu refaço o que diria:
Eu, Marcos Rosa Sentado, Advogado, por meio desta dou e concedo a você, Sebastião Lingrinhas, BI 6543254, NIF 50829092, morador na Rua do Alecrim, 32, A, do concelho de Vila Nova de Gaia, casado, com dois filhos e um enteado, e somente a você, a propriedade plena e exclusiva, inclusive benefícios futuros, direitos, reivindicações e outros títulos, obrigações e vantagens no que concerne à fruta denominada laranja, juntamente com sua casca, sumo, polpa e sementes transferindo-lhe todos os direitos e vantagens necessários para espremer, morder, cortar, congelar, triturar ou descascar com a utilização de quaisquer objectos ou de outra forma comer, tomar ou ingerir a referida laranja, ou cedê-la com ou sem casca, sumo, polpa ou sementes, e qualquer decisão contrária, passada ou futura, em qualquer petição, ou petições, ou em instrumentos de qualquer outra natureza ou tipo, fiscal ou comercial, fica assim sem nenhum efeito no mundo cítrico e jurídico, valendo este acto entre as partes, seus herdeiros e sucessores, com carácter irrevogável, declarando Sebastião Lingrinhas que o aceita em todos os seus termos e condições conhecendo perfeitamente o sabor da laranja, não se aplicando, neste caso, o disposto no Código do Consumidor, cláusula 28, alínea b, com a modificação dada pelo DL 342/08 de 1979.
E o professor então comenta:
- Melhorou bastante, mas não precisava ser tão sucinto!...

**************************************************

Um professor e jurista... só podia dar nisto! :)

Entretanto, daqui a pouco vou estar numa reunião onde vão "andar pelo ar" muitos papéis:

o papel da acta, os papéis com as competências essenciais e níveis de desempenho, os papéis com os critérios de avaliação, os papéis para registo da avaliação individual dos alunos, os papéis para o registo da avaliação global das turmas (para tratamento estatístico), os papéis para os planos de recuperação...

No meio disto tudo, ainda estou para ver qual vai ser o meu "papel" nesta reunião... que não vou ser eu a coordenar!...
Mas que "vai sobrar para mim"... lá isso vai! :/

Ainda não sei, também, se vou levar as duas habituais pastas com que ando diariamente... ou se vou precisar de uma terceira! :)

Etiquetas:

terça-feira, 13 de dezembro de 2005

Sósias

Quando saí da escola, passei por uma padaria para comprar... o que todos estão a pensar que se compra quando se vai a uma padaria! :)

Quando estava a pagar o pão, um senhor, já de certa idade, dirigiu-me a palavra:

- Então, de férias?...
- Férias? Não! Saí agora mesmo do trabalho!
(pensei que fosse o avô dum aluno e seria muito moroso explicar-lhe que um professor não trabalha só na escola... que há muito trabalho para fazer em casa, etc...)
- Mas não está a trabalhar em Cantanhede?
- Não... nem nunca lá trabalhei!
- Ai não? Mas você não é o genro do Alcides?
- Eu não!
- Ah, então desculpe... mas olhe que é mesmo parecido com ele!

Espero que o genro do Alcides não seja um daqueles tipos com muitas dívidas e inimigos!... :P

domingo, 11 de dezembro de 2005

Faltas justificadas

A semana passada foi preenchida com muito trabalho com os alunos, com o atendimento aos pais, com duas reuniões (informais, daquelas que ninguém me paga) com o Presidente do Conselho Executivo, com uma reunião do Conselho Pedagógico (mais de 3 horas), com um baptizado de um sobrinho... e um dia por conta do período de férias, que a esposa, de férias há quase duas semanas, também merece poder curtir a companhia do marido! :)

O Mais do mesmo teve de ficar sem assistência... :)

(Aguarda-se uma semana muito parecida...)

Etiquetas:

segunda-feira, 5 de dezembro de 2005

Mar

Ontem fui ver o mar!


(foto gualdripada daqui)

Estava bravo... mas transmitiu-me muita calma!

domingo, 4 de dezembro de 2005

Interrupções

Hoje, por recomendação atenta de um antigo colega de Faculdade, descobri mais um fantástico blogue... de um outro antigo colega na mesma Faculdade.

Aliás... um dos poucos que sabia que aquela aula que eu dei... era uma "aula-fantasma"! :)

Lembro-me que com as suas "interrupções", desabridas, inoportunas e estafúrdias, me obrigou a um esforço de tal ordem que senti, no fim, que era merecedor de um "Óscar"... porque ainda hoje estou para perceber como consegui aguentar uma hora sem me rir!

(Lembras-te?)

Passados uns anos, eis que ele irrompe de novo com outro tipo de Interrupções, mas desta vez muito mais pertinentes, intrigantes e controversas. Eu leio... e cismo! :)

Recomendo! Mergulhem nos arquivos e deliciem-se!

Etiquetas:

Volte sempre!
 
AGRADECEMOS A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...