Mais do mesmo

Mais do mesmo... mesmo do que é demais! Há 13 anos... VOLTAREI A ESCREVER EM BREVE... maisdomesmo.np@gmail.com

sábado, 31 de março de 2007

Preservar a identidade



A identidade de um povo deve ser preservada.
Sabermos de onde vimos e quem fomos... é imprescindível para percebermos onde estamos e quem somos e descobrirmos para onde vamos e quem poderemos ser!

Etiquetas:

terça-feira, 27 de março de 2007

Sobrinhos/primos

E depois do Rafael, da Inês, do João, do Ricardo, da Carolina, da Beatriz, do Duarte, da Filipa... agora foi a vez do Tiago, que chegou há uns minutos!

Bem-vindo, sobrinho! Parabéns, mamã e papá!

(Vês, Raquel? Mais um primo para brincares!...)

Etiquetas:

segunda-feira, 26 de março de 2007

Canibalismo?



Fónix...

Etiquetas:

Pensamento do dia

    "Não posso dar-me ao luxo da política. Numa ocasião, fiquei cinco minutos a escutar um político e morreu-me um velhinho em Calcutá".

    (Madre Teresa de Calcutá)

Etiquetas:

sábado, 24 de março de 2007

No meio do rio



Coimbra tem encanto... mesmo sem ser na despedida!

Etiquetas: ,

sexta-feira, 23 de março de 2007

Filhos também batem nos pais

Leio no "Correio da Manhã":

Violência doméstica
Cresce número de filhos que batem nos pais

O número de agressões de filhos a pais registou um aumento de 38,5 por cento no ano passado: se em 2005 a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) recebeu 252 queixas, em 2006 este tipo de violência doméstica totalizou 349 casos conhecidos.


(ler aqui o resto)

Dá que pensar, não dá? Eu, como pai e professor, começo a ficar duplamente preocupado!

Entretanto, ouvi na rádio, quando vinha da escola, uma notícia em que se dizia mais ou menos isto:

"CONFAP quer que as escolas abram às 7 horas e encerrem às 20 horas".

Meus amigos, deixo dois pequenos comentários:

  • acho que Portugal, com este Governo e "esta" CONFAP, não tarda nada, vai converter todas as escolas (as que, entretanto, não vão encerrar) em colégios internos;

  • é claro que vai aumentar o número de filhos que batem nos pais... pois, com tantas horas passadas na escola e/ou longe deles, nem sequer os conhecem. Para aliviar o stress, usam a violência... e bater por bater... batem em "desconhecidos"!

    Bom fim de semana!

    Etiquetas: ,

  • quarta-feira, 21 de março de 2007

    Dia Mundial da Poesia

    Vaidosa

      por Cesário Verde

    Dizem que tu és pura como um lírio
    E mais fria e insensível que o granito,
    E que eu que passo aí por favorito
    Vivo louco de dor e de martírio.

    Contam que tens um modo altivo e sério,
    Que és muito desdenhosa e presumida,
    E que o maior prazer da tua vida,
    Seria acompanhar-me ao cemitério.

    Chamam-te a bela imperatriz das fátuas,
    A déspota, a fatal, o figurino,
    E afirmam que és um molde alabastrino,
    E não tens coração como as estátuas.

    E narram o cruel martirológio
    Dos que são teus, ó corpo sem defeito,
    E julgam que é monótono o teu peito
    Como o bater cadente dum relógio.

    Porém eu sei que tu, que como um ópio
    Me matas, me desvairas e adormeces,
    És tão loira e doirada como as messes,
    E possuis muito amor... muito amor próprio.

    Etiquetas:

    Com vento e frio, mas...


    (sim, é a mesma foto do ano passado)

    ... a tal "prima" que todos esperávamos... finalmente chegou!

    Convenhamos que lhe falta ali, algures, um pequeno cachecol, mas ela é mesmo assim... :)

    Etiquetas:

    terça-feira, 20 de março de 2007

    Apertar as bochechas... isso não!

    A mãe de um aluno do 1.º ano foi à escola para reclamar por uma professora ter apertado as bochechas ao menino.

    "Isso não se faz" - disse ela.
    Pois é verdade, isso não se faz! Mas o que o menino fez... isso faz-se?

    Sabem o que fez, para além de ter batido nos colegas antes de a professora ter entrado na sala, ter gozado com a professora depois e ter-se recusado a trabalhar?

    Fez um pirete à professora e disse: "Chupa"!

    Sobre o comportamento do menino, a mãe, que nem sequer vive com ele... nada disse! Apertar as bochechas é que não, que o menino tem aftas! :)

    (a professora não apertou as bochechas do aluno: limitou-se a segurar-lhe a cara com a mão, obrigando-o a olhá-la nos olhos, enquanto lhe "passava" um grande raspanete)

    Etiquetas:

    segunda-feira, 19 de março de 2007

    Afinal quem manda aqui (parte 2)?

    A "parte 2" do título justifica-se porque já tinha havido "parte 1".

    Desta vez o assunto até tem honras de primeira página do "Diário de Coimbra", de 18 de Março.

    Agora foi a vez do Presidente da Junta de S. Martinho mandar colocar outra placa... ao lado da outra que já lá estava! Que lindo!...

    Se esta gente não se entende num assunto "tão pequeno"... como poderão entender-se em assuntos de dimensão distrital ou nacional?!
    (ai, os políticos e as politiquices)

    Ó Sr. Carlos Encarnação: a Câmara Municipal, mesmo que só por acaso, não tem uma "palavrinha" a dizer?

    Etiquetas:

    Dia dos Pais

    Então cá ficam os votos, para todos os que são pais (quer saibam disso, quer não saibam) de que tenham um excelente dia! :)

    Eu estou um pouco "triste": por um lado não posso passar sequer uns momentos do dia com o meu pai, que está longe; por outro, tenho de passar o dia afastado da minha filhota que, ainda por cima, tem estado um pouco adoentada ("coisas" próprias da época)!

    Deixo uma sugestão ao Governo:

    decretem feriado para o Dia do Pai, em troca directa com o Dia do Trabalhador!

    Motivos para a troca não faltam. Enumero alguns:

  • incentivo e valorização da paternidade;

  • os filhos ficariam mais felizes por poderem passar mais um dia com os seus pais;

  • os trabalhadores já quase não têm direitos para comemorar;

  • os milhares de desempregados ficam com menos um motivo para se sentirem deprimidos.

    Fico à espera de uma resposta, com a sensação de que esta ideia é até menos idiota do que aquela outra de mudar o nome ao Algarve!

    Etiquetas: , ,

  • Ommadawn


    Mike Oldfield (Live in Cologne - 2006)

    Um momento sublime do "velho Mike", como lhe chama carinhosamente o Paulo!

    Sem contar connosco (o Paulo e eu, claro)... quem mais o costuma ouvir?

    Etiquetas:

    domingo, 18 de março de 2007

    Leãozinho



    Miguel Veloso - 20 anos
    Moutinho - 20 anos
    Nani - 20 anos
    Djaló - 20 anos
    Pereirinha - 19 anos

    É obra!...

    Etiquetas:

    sábado, 17 de março de 2007

    Bate... que é professora!

    Mais uma notícia de agressão a uma pessoa... que, por acaso - ou não -, é professora!



    (aumentar)

    Pois... eu já sei, a culpa desta "degradação da imagem social" é minha e de todos os outros "malandros"! Os 24 Ministros que já tutelaram o Ministério da Educação, desde o 25 de Abril de 1974 (já agora, para quando outro?) não têm culpa nenhuma!...

    Etiquetas:

    quinta-feira, 15 de março de 2007

    Conferência

    Assisti hoje a uma "conferência" (vamos chamar-lhe assim) de Teresa Calçada, Coordenadora Nacional das Bibliotecas Escolares e Comissária-Adjunta do Plano Nacional de Leitura.

    (Por falar nisso: já leram o Plano Nacional de Leitura?)

    Foi interessante ouvir a senhora, pois, com um discurso simples, partilhou com o auditório algumas das suas ideias sobre o produto leitura (como lhe chamou) e do trabalho que tem desenvolvido. Reconheceu que viu "boas práticas" no concelho... e incentivou os presentes a partilharem ideias e projectos.

    Pena que não tenha trazido uns "euritos" para eu poder comprar uns livros novos para a biblioteca da minha escola, que é um espaço muito agradável, mas que precisa urgentemente de se enriquecer (com livros, por exemplo).

    O PNL fala em mecenas: alguém tem por aí um ou dois computadores para oferecer? E uns livros... dos tais que são recomendados pelo PNL? Perguntar não custa... :)

    Ah, e já agora: alguém me explica por que são os livros, em geral, tão caros? Talvez pudesse passar por aí - por tornar os livros mais baratos e acessíveis à bolsa de qualquer português (incluindo os de segunda) - a solução para uma parte do problema que o PNL tenta combater!...
    (Digo eu... que não sou Ministro da Educação nem Coordenador Nacional das Bibliotecas Escolares ou Comissário-Adjunto do Plano Nacional de Leitura...)

    Etiquetas:

    Mais uma agressão

    Há pouco ouvi a notícia na TV e fui procurar mais informação num jornal online que, por acaso, até é dirigido por dois ex-professores meus.

    Encontrei isto...
    que, caso o link fique desactivado, aqui transcrevo:

    «14-03-2007 11:46
    Professora agredida em Jardim de Infância em Celorico
    Uma educadora do Jardim de Infância S. Luzia, em Celorico da Beira, foi agredida hoje de manhã por uma encarregada de educação de uma aluna, alegadamente por esta ter sido chamada à atenção «sobre alguns cuidados de higiene». Tudo aconteceu quando a educadora de infância convidou a encarregada de educação, que se encontrava «bastante exaltada», a sair do edifício e regressar quando estivesse mais calma. A encarregada de educação não terá gostado e deu uma «chapada» na educadora.»


    Até se pode dar o caso de conhecer a educadora... tenho de investigar isso! :)
    (pessoal da Guarda: se tiverem mais informações... partilhem)

    Pelo que ouvi há pouco noutro canal, a educadora escreveu um relatório para a Comissão de Protecção de Menores... relatório esse que deveria ser interno e confidencial. Como e porquê é que a mãe da aluna teve conhecimento do seu conteúdo?

    Bem... isso é "outra conversa"... mas lembrei-me agora que eu também já escrevi, este ano lectivo, um relatório para a Comissão de Protecção de Menores do concelho onde trabalho.

    Sosseguem: ainda "não levei no cachaço"... mas sei que, a partir deste caso, todos os professores irão hesitar e questionar se a sua segurança pessoal não ficará comprometida! :/

    Etiquetas:

    terça-feira, 13 de março de 2007

    As mães também erram...

    (recebido por e-mail)

    Oito motivos para não se confiar sempre nos conselhos das mães:

    1.º- "Deixa de jogar à bola e vai estudar para poderes ter um futuro."
    (Mãe do Ronaldinho Gaúcho)

    2.º- "Pára de gritar!"
    (Mãe de Luciano Pavarotti)

    3.º- "Deixa de brincar com essas máquinas ou nunca terás nada na vida."
    (Mãe de Bill Gates)

    4.º- "É a última vez que rabiscas as paredes da casa de banho."
    (Mãe de Michelangelo)

    5.º- "Pára de bater na mesa, estou cansada desses ruídos inúteis."
    (Mãe de Samuel Morse)

    6.º- "Fica quieto de uma vez, daqui a pouco vais querer dançar nas paredes."
    (Mãe de Fred Astaire)

    7.º- "Nada de igualdades, eu sou a tua mãe e tu és o meu filho."
    (Mãe de Karl Marx)

    8.º- "Pára de mentir! Tu pensas que por estares sempre a mentir vais ser alguém na vida!?"
    (Mãe de José Sócrates)

    Etiquetas:

    segunda-feira, 5 de março de 2007

    Autoridade?

    Li em vários meios de comunicação social:

    "A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, defendeu mais autoridade para os professores, escolas e conselhos executivos para combater a violência escolar e um quadro legal mais flexível e menos burocrático."

    Sinceramente, li e não quis acreditar no que os meus olhos viam!

    É preciso ter "lata", como se costuma dizer!

    Será que esta Ministra já se esqueceu que tem sido ela a responsável pela condução de uma política que desautoriza sistematicamente os professores, que os culpabiliza por quase tudo o que parece estar errado no sistema educativo e que "incendeia" a opinião pública contra os professores, cada vez que se refere a eles?

    Alguém se admira que haja um pai menos "bem formado" que entre por uma escola dentro para dar uma carga de porrada numa professora, quando esse mesmo pai acabou de ver/ouvir na TV e na rádio, a "campanha" que decorre contra a classe docente, classificada, grosso modo, como "essa gente que não faz nada, que só sabe faltar às aulas e que tem 3 meses de férias"?

    Alguém se admira que haja violência nas escolas, contra professores e funcionários, quando se sabe, há largos anos, que são os próprios miúdos os primeiros a rirem-se e a dizerem, "à boca cheia", que "não [lhes] acontece nada"... que "os professores não podem fazer nada"... e que não precisam de se esforçar porque "passam na mesma"?

    Os alunos sentem que a política do Ministério, se quer "abater" alguma coisa, não é o insucesso escolar real, os curricula desadequados ou a excessiva burocracia, mas sim os próprios professores, a sua carreira, os seus salários e os "direitos adquiridos" ao longo de décadas de luta... porque o "déficit" assim o obriga!

    A autoridade tem sido tão sistematicamente tirada aos professores... que alguns pais/encarregados de educação se sentem no direito de incomodar ou mesmo ameaçar um professor só porque ele ousou levantar a voz "contra" o seu educando!

    A autoridade tem sido tão sistematicamente tirada aos professores... que alguns pais/encarregados de educação se sentem no direito de incomodar ou mesmo ameaçar um professor só porque ele ousou considerar a hipótese de "chumbar" o seu educando por falta de empenhamento e aproveitamento!

    Desengane-se a Sr.ª Ministra se pensa que a autoridade pode ser devolvida aos professores, à escola e aos conselhos executivos com a publicação de um simples Decreto-Lei!...

    Eu, sem exagerar, afirmo que seria preciso mudar, de novo, quase tudo o que foi mudado nos últimos anos... mas o primeiro passo tem de ser este, por parte do Ministério: abandonar o Estatuto de Carreira Docente que quer impôr aos professores, deixar de lado a ideia de os dividir entre "de primeira" e "de segunda", por exemplo e começar a tratar os docentes como "pessoas de bem"!

    Pode ser que, a seguir, muitos mais pais/encarregados de educação também o façam!

    Etiquetas:

    O Blogue do Margarido

    Demorou, mas ele chegou à Blogosfera. Chegou em grande estilo, acreditem!

    Não acreditam?

    Bem, têm bom remédio: basta clicar e ler o que diz o Margarido!...

    Se não gostarem... só têm um remédio: ir passando por lá mais vezes... até gostarem! :P

    Etiquetas:

    sábado, 3 de março de 2007

    Manifestações de desagrado

    Manifestações com 100 mil pessoas?!

    Greves?!

    Professores, pais e alunos revoltados?!

    Enfermeiros esmifrados e sugados até ao tutano?!

    Médicos internos sem colocação?!

    Portugueses descontentes, sem médicos de família e/ou com tratamento desigual porque não podem aceder às Unidades de Saúde Familiar?

    Populações "em pé de guerra" contra o encerramento de Maternidades, Urgências, postos da GNR, etc?!

    Militares na rua, passeando o seu desagrado?!

    Mais portugueses no desemprego?

    - Desculpem lá... mas não vejo nada disso em Portugal! [*]


    [*] membro do Governo e do PS

    Etiquetas:


     
    AJUDE-ME, CLICANDO NOS BANNERS!... OBRIGADO! AGRADEÇO A SUA PASSAGEM POR ESTE BLOGUE! COMENTE...